Pesquisar este blog

Não se esqueçam de assinar os comentários, ok?

terça-feira, 1 de novembro de 2011

O homem que se endereçou

Galera, seguindo a tendência criada nas últimas aulas, tanto na sala como no Grupo de Estudos, os próximos textos servirão como base para reflexão e discussões. O negócio é pensar sobre o texto, construir significados e ampliar a forma como lemos e aplicamos a leitura ao nosso mundo.

Essa série de textos, de autoria de Ignácio de Loyola Brandão, tem sempre um "homem" como personagem, vivendo situações absurdas, possíveis somente na literatura - ou melhor, nas artes, de forma geral.

Vamos começar com o conto "O homem que se endereçou". O próprio título já causa um estranhamento, nos levando a pensar: como é possível alguém se endereçar?

Ou podemos ir além disso: por que a personagem o fez?

A partir daí, já sabemos que qualquer coisa pode acontecer e que, dentro do texto, nada é absurdo.

A personagem do texto chama-se Narciso - e esse nome não foi escolhido por acaso. O que peço a vocês, então, é o seguinte: pesquisem sobre Narciso, que personagem foi essa, qual é sua história, o que essa história representa... Essa será a base do que discutiremos na próxima aula, para que possamos entender algumas significações desse texto.


Força sempre.

2 comentários:

  1. Prof° Qual é o titulo do texto de recuperação do 9°D ?
    ass: Barbara helen

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pra q falar no anonimo e colocar a ass

      Excluir